Grafiteiro DMS é um dos maiores nomes da Bienal do Graffiti em SP

Davi De Melo Santos

A FERA TÁ SOLTA

A Cachaça da Happy Hour

Davi De Melo Santos é uma das mais prestigiadas feras que participam da 2ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art, que ficará aberta ao público até 24 de fevereiro, em São Paulo.

DMS, como é mais conhecido no mundo da street art,  começou a sua história com graffiti em 1998, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, sua terra natal.

Nestes poucos anos consolidou uma sólida carreira artística realizando trabalhos e intervenções urbanas para grandes marcas como Greenpeace, WWF, Adidas, Fiat e Red Bull, entre outras empresas.

Trabalhou como ilustrador e designer para revistas, na criação de capas de CDs, ilustrações de livros e estampas para coleções de alta costura, além de cenários em televisão, teatro e interiores.

Em 2009, DMS se mandou para o exterior, com exposições pessoais em Catanzaro (Itália), Heidelberg (Alemanha) e São Paulo (Brasil), e coletivas em Bolonha, Catanzaro e Tivoli, na Itália, onde vive agora.

DMS Graffiti

Veja a impressionante galeria com os trabalhos de DMS no Flickr (clique nas fotos para ampliar)

Deixe um comentário simpático neste artigo: