Graffiti nas paredes de um museu… na França, não em São Paulo

Truly Design Graffiti

O ‘ZEUS ANAMÓRFICO’ DO COLETIVO TRULY DESIGN

Quando a estupidez desumana viceja, o graffiti é apagado dos muros por ser confundido com pichação; onde a cultura humanista predomina, a arte urbana das ruas vai até às paredes de museus.

Tanto é assim que a impressionante instalação Zeus Anamórfico, do coletivo italiano Truly Design, ilumina magicamente o ambiente do Museu EDF Electropolis, na cidade francesa de Mulhouse.

Pela técnica dos grafiteiros Mauro149, Rems182, Mach505 e Ninja1, o deus grego flutua e carrega o ar de energia pelo efeito da perspectiva, só compreensível de um único ponto de observação.

É como se estivesse sobre um gerador a vapor acoplado a um alternador, de 1901, patrimônio técnico e industrial francês. Aliás, a instituição científica foi criada para preservar o equipamento.

Graffiti em 3D

Graffiti em perspectiva

Arte anamórfica

Graffiti valorizado na Europa

Graffiti valorizado na França

Grafiteiros do Truly Design

Clique nas imagens para ampliar e nos links destacados no texto para ver e saber mais.

Deixe um comentário interessante neste artigo: