Garoto que morde dedo do irmão é o vídeo mais visto do YouTube

PÉ DE MEIA HISTÓRICO

A Cachaça da Happy Hour

Entre 280 mil e 300 mil reais foi o que rendeu até agora a mordida que o pentelhinho Charlie deu no dedo de seu irmão mais velho, Harry. Pudera, desde maio de 2007, o clipe de apenas 56 segundos foi repetido 427 milhões de vezes e tornou-se o vídeo não comercial mais visto da história do YouTube.

No meio do ano passado, quando ele ultrapassou as 300 mil visualizações, eu tinha dito aqui que a Lady Gaga, então no auge da fama, teria de rebolar muito em seus clipes para superar tal marca. O tempo passou, a diva da molecada rebolou, saiu de moda e nem fez cosquinha no recorde dos garotos.

Vídeo - Bebê morde dedo do irmão

O consultor de tecnologia da informação Howard Davies-Carr, pai de Charlie e Harry, diz que não esperava que seus filhos se tornassem celebridades. Agora, a família colhe frutos do sucesso.

É que o pai dos meninos não bobeou com a fama inesperada, fez uma série de continuações e bolou uma estratégia para monetizar os vídeos, segundo ele, de modo responsável.

Assim, ele coloca novos clipes regularmente e divide as receitas publicitárias com o YouTube — mas nega que submeta os filhos a qualquer tipo de treinamento ou roteiro.

“Não é como se eu estivesse os obrigando a serem modelos ou atores”, diz. “Somente estamos felizes por nosso vídeo ter sido o maior sucesso do mundo.”

Com FSP Tec

Deixe um comentário simpático neste artigo: