Fábula do cachorro americano revela manipulação da velha mídia

Cão herói

O ALGOZ E A VÍTIMA


Do blog BananaPost

A fábula a seguir mostra de maneira bastante didática como a velha mídia vendida manipula a chamada verdade factual para promover o sistemático assassinato de reputações de pessoas, grupos étnicos e até populações inteiras daqueles países que não se submetem ou ousam tentar manter a independência frente à dominação ideológico-financeira de certas nações muito poderosas.

EXCESSO DE INFORMAÇÃO NÃO PERMITE REFLEXÃO

por Georges Bourdoukan *

Um homem passeia tranquilamente no Central Park em Nova York quando, de repente, vê um cachorro raivoso prestes a atacar menina indefesa de sete anos de idade.

Os curiosos olham, de longe, mas, atemorizados, nada fazem para defender a criança.

O homem não pensa duas vezes e lança-se sobre o pescoço do cachorro, tomando-lhe a garganta. Após muita luta, mata o animal enfurecido, salvando a vida da menina.

Um policial que acompanha toda a cena, maravilhado, aproxima-se e diz:

– O Senhor é um herói. Amanhã todos poderão ler na primeira página dos jornais a seguinte manchete: “Um valente nova-iorquino salva a vida de uma menina”.

O homem responde:

– Obrigado pelo elogio, mas eu não sou de Nova York.

– Bom, diz o policial, então a manchete será: “Um valente americano salva a vida de uma menina”.

– Mas é que eu tampouco sou americano – insiste o homem.

– Bom, isso é o de menos. E de onde o senhor é então?

– Sou palestino – responde o valente homem.

No dia seguinte, os jornais publicam a notícia com a seguinte manchete:

“Terrorista árabe massacra de maneira impiedosa um cachorro americano de raça diante de uma menina de sete anos que chorava aterrorizada”.

No Blog do Bourdoukan

Deixe um comentário simpático neste artigo: