Extraterrestre escondido na Lua em joia da Teoria da Conspiração

Base de discos voadores na Lua

ET ENTRA E SAI DE CRATERA LUNAR NUM PINGENTE

Muita gente ao redor do mundo não acredita que a Lua seja o satélite natural da Terra, mas uma enorme nave-mãe extraterrestre disfarçada como tal.

A NASA esconde e adultera tanto as imagens das missões espaciais que outros garantem enxergar rastros e construções alienígenas em sua superfície.

Os astrônomos e a ciência convencional obviamente rechaçam estas especulações como sendo fruto de mentes lunáticas ou simples Teoria da Conspiração.

Esta expressão, aliás, foi criada pela CIA nos anos 60 para desqualificar narrativas que não se enquadrassem no discurso oficial do governo dos EUA.

Por convicção ou ironia, um joalheiro irlandês aliou-se aos conspiracionistas ao criar um divertido pingente lunar circundado por um disco dourado.

Especialista na confecção de joias cinéticas, Alan Ardiff escondeu um simpático ET dentro de uma cratera escura, que entra e sai ao comando da usuária.

Na extremidade de suas antenas, para valorizar ainda mais as peças com 3 cm de diâmetro, duas pedrinhas preciosas coloridas, como rubis, por exemplo.

Base extraterrestre na Lua

Bijuteria alienígena

Base alienígena na Lua

Clique nas imagens para ampliar e nos links destacados no texto para ver e saber mais.

Deixe um comentário interessante neste artigo: