Estrela lança jatos d’água 100 milhões de vezes o volume do rio Amazonas

Nova estrela expele jatos de água

SEMEANDO INGREDIENTES NECESSÁRIOS À VIDA

Do blog ECOnsciência

Uma estrela em processo de nascimento dispara para o espaço dois enormes jatos de água por segundo — um em cada polo –, o equivalente a 100 milhões de vezes o caudal do rio Amazonas.

A água é expelida a uma velocidade que alcança os 200 mil quilômetros por hora, ou seja, 80 vezes mais rápida do que as balas disparadas por uma metralhadora.

Envolta em gases e pó, a proto-estrela fica a uma distância de 750 anos-luz da Terra. Não tem mais do que 100 mil anos, encontra-se na constelação Perseus e é da mesma classe do nosso Sol, o que sugere que este tenha tido um comportamento parecido durante a sua formação.

O trabalho de investigação será publicado na revista Astronomy & Astrophysics, e foi dirigido por Lars Kristensen, astrônomo da Universidade de Leiden (Holanda).

Para captar as marcas características do oxigênio e do hidrogênio (os componentes da água), a equipe utilizou instrumentos infra-vermelhos que se encontram a bordo do Observatório Espacial Herschel. Uma vez localizadas essas classes de átomos, os investigadores seguiram o seu rastro até a estrela onde se formaram.

A primeira conclusão dos astrônomos é que a água se formou mesmo na estrela, a temperaturas de poucos milhares de graus. Essa água encontrou depois temperaturas mais elevadas (100 mil graus), estando, assim, no estado gasoso.

Quando esses gases chegaram a camadas externas mais frias da nuvem de material que rodeia a proto-estrela (e que se encontra a cinco mil vezes a distância que separa a Terra do Sol) foi criada uma “frente de choque” e os gases condensaram-se, ou seja, passaram para o estado líquido.

Esta descoberta é importante, consideram os investigadores, pois sugere que este fenômeno faz parte do processo normal do crescimento das estrelas.

“Só agora começamos a perceber que todas as estrelas como o Sol passaram, provavelmente, por uma fase de muita energia quando eram jovens. É nesse momento da sua vida que expulsam muito material a grande velocidade. Agora sabemos que parte desse material é água”, diz Kristensen.

Essa água poderá ajudar a “semear” os ingredientes necessários para a vida.

Via CiênciaHoje

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

Um comentário em “Estrela lança jatos d’água 100 milhões de vezes o volume do rio Amazonas

  • 10 de julho de 2011 em 12:48
    Permalink

    Tem tanta discussão, por algo tão insólito! Pelo menos pra nossa geração, é algo que não faz diferença nenhuma, e nem fará nas próximas, tendo em vista que com certeza seremos extintos antes que algum uso disso seja feito. Outra coisa: como é que essa “água” não evapora, por quê simplesmente não some? qual a temperatura dessa estrela? 90 graus? na minha cozinha faço água desaparecer, virar no mínimo vapor a apenas cem graus. Teoricamente essa estrela não poderia nem ser visível se realmente expelisse água. Vamos raciocinar um pouco. Agora, prova que é água que eu quero ver, porque não mostra a imagem real dessa estrela expelindo água? Garanto que nenhum de nós vai nem ao menos entender a imagem. Como saber que é água apenas olhando por uma lente, distante a “apenas” 7,095,547,854,435,601 (sete quatrilões, noventa e cinco trilões….) de quilômetros (fonte: http://www.easysurf.cc/cnver15.htm)? Apenas pela cor da matéria? Sinceramente, a Ciência deveria se preocupar mais com a degradação do planeta do que com esse tipo de coisa.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: