Direitos das empregadas vão aumentar o número de divórcios?

O GLOBO TOCA O TERROR NA CLASSE MÉDIA

PEC das Empregadas Domésticas

O conjunto de matérias de O Globo deste domingo, 7, sobre a PEC das Domésticas, soltou as bruxas para aterrorizar e acabar com o sossego da nossa classe média medrosa.

As reportagens, pelas evidentes armadilhas nas entrelinhas, poderiam até figurar em alguma série do tipo Acredite se Quiser. Seria trágico, se não fosse cômico.

Sob a manchete “Nova divisão (forçada) do trabalho no lar“, a foto de marido e mulher dividindo as tarefas de casa, com o subtítulo: “Psicanalista prevê ‘confusão emocional’ para casais e até aumento de divórcios”.

O texto levanta a poeira, para intoxicar corações e mentes conservadoras, soprada por um “psicanalista”. Haja divã:

A valorização das empregadas domésticas, coroada pela emenda constitucional recém-aprovada que dá mais direitos a essas profissionais, pode impulsionar a tão aguardada redistribuição das atividades inevitáveis do dia a dia.

As famílias terão de se reorganizar para viver em uma rotina que vai tornar obrigatória a participação de homens, mulheres e crianças nas tarefas domésticas.

Empregadas Domésticas

Agora, o ponto alto da matéria:

O psicanalista Ary Band prevê tempos de “confusão emocional” e acredita até num aumento do número de divórcios.

— Sem que as pessoas entendam diretamente as consequências, (a falta de empregada) pode minar as relações que já estão mais ou menos — afirma. — Tudo que é problema gera tensão e as pessoas procuram um bode expiatório — acrescenta.

E prossegue com blocos capazes de levar a burguesia a um ataque de nervos: “Mulher pode ficar sobrecarregada” e “Crianças terão que ajudar mais”.

Para concluir, como nas edições diárias do Jornal Nacional, alivia a espanada geral, com o falso happy end: “Divisão de tarefas une o casal”.

Quer dizer, unidos na pretensa desgraça da terra arrasada. Enfim, não é tão cândida a desfaçatez reacionária do jornal dos irmãos Marinho?

Deixe um comentário simpático neste artigo: