Design brasileiro ganha destaque em revistas francesas

Revista IDEAT - 100% Brasil

EDIÇÕES ESPECIAIS SOBRE O BRASIL

Do blog NEMO Design

Boa discussão na nossa arquitetura é que tivemos uma geração que se destacou nos anos 50. Daí para frente, não teria havido renovação. A arquitetura brasileira, há anos, garantem alguns, passa por interminável crise.

Evidência disso seria que nenhum arquiteto consegue chegar perto da projeção internacional que tiveram Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, Lina Bo Bardi, Rino Levi, Lúcio Costa, Vilanova Artigas, para citar alguns.

A arquitetura que produzimos hoje, com raras exceções, seria pobre, de mau gosto e sem uma linha que a caracterize como brasileira. Basta olhar, dizem os críticos, para a maior parte do que é produzido nos centros urbanos — tido como lixo mal copiado de Miami ou de neoclássicos geridos a partir sabe-se lá de qual influência.

Enfim, talvez o tacape esteja sendo manuseado com muita força pela crítica tupiniquim porque, lá fora, somos tratados com mais condescendência e admiração.

Tanto é verdade que a criatividade e o dinamismo brasileiros foram escolhidos como tema de duas publicações francesas de design e tendências. A revista Ideat publicou um número especial “100% Brasil”, enquanto The Good Life escolheu a cidade de São Paulo como foco principal de sua segunda edição.

VISIBILIDADE DO BRASIL

A visibilidade do Brasil na cena internacional, alimentada principalmente pelo desenvolvimento econômico do país, tem chamado cada vez mais a atenção da imprensa estrangeira.

A edição do mês de março da revista francesa Ideat é mais uma prova desse fenômeno. A publicação, especializada em design e arquitetura, traz um número totalmente dedicado à criatividade brasileira, no qual apresenta um panorama detalhado do país.

A escolha da revista se deve à efervescência cultural e à energia brasileiras, como explica o editor da publicação em seu editorial intitulado Saravah. “Uma energia que vamos buscar no Brasil nesse momento, assim como fazíamos em Nova York nos anos 20”, pode-se ler no texto.

Em mais de 200 páginas Ideat traz nomes conhecidos do design, da arquitetura e da arte contemporânea, como os irmãos Campana, Oscar Niemeyer e Vik Muniz, mas também a nova geração de talentos nessas áreas, como Bruno Jahara ou Rodrigo Almeida.

O mundo da moda também é representado por estilistas como Ronaldo Lourenço, Juliana Jabour, Alexandre Herchcovitch, Maria Bonita e Osklen.

Um ensaio fotográfico realizado em São Paulo com a modelo Daiane Conterato faz o paralelo entre moda e arquitetura.

THE GOOD LIFE

The Good Life escolheu a cidade de São Paulo como porta de entrada no Brasil.

“Com seus cerca de 20 milhões de habitantes, São Paulo, a maior cidade do continente sul-americano”, reflete bem o crescimento brasileiro, explica a revista masculina de lifestyle.

Focada principalmente no mercado do luxo, a revista, que se impõe entre os antenados franceses por sua abordagem da arte contemporânea, arquitetura, música, moda e decoração, escolhe uma cidade a cada edição para sua seção Good Trip.

Com Rádio França Internacional

Deixe um comentário simpático neste artigo: