Dedo da Morte em ação congela animais no fundo do mar

BRINICLE, O TORNADO DE GELO NO OCEANO


Do blog ECOnsciência

O “dedo da morte” parece um tornado que desce do alto para destruir tudo o que encontra em seu caminho, no chão. Só que acontece no mundo submarino da Antártida, ao congelar tudo o que toca, matando várias espécies no fundo do mar. O raro fenômeno da natureza, difícil de ser registrado, foi filmado pela primeira vez.

Fenômeno das águas gelas

O “brinicle”, também chamado de “dedo da morte” é na verdade uma espécie de coluna de gelo, formado por salmoura, congelando rapidamente tudo o que toca.

O fenômeno ocorre da seguinte forma: em locais gelados como a Antártida, o congelamento da água salgada não provoca a formação de gelos sólidos como ocorre com a água doce, os famosos icebergs.

O que acontece é a formação de uma estrutura esponjosa com bastante água do mar concentrado de sal, com pequenos canais onde flui salmoura.

Em estações de inverno na Antártida, o ar acima dos icebergs pode alcançar uma média de – 20ºC de temperatura. O mesmo não ocorre com a água do mar que fica em torno de – 1,9 ºC.

O calor sai naturalmente dos locais mais quentes, como o fundo do mar, para os mais frios, como o ar acima dos icebergs.

Neste processo ocorre o congelamento de colunas, onde existe concentração de sal que acaba entrando pelos canais da coluna congelada, formando um “brinicle”.

Como o “brinicle” é mais denso que a água do mar pela concentração de sal, acaba descendo como se fosse um tornado, lembrando uma nuvem.

Por ser extremamente gelado, com temperaturas menores do que a água, acaba congelando tudo em sua volta, quando toca o chão do mar.

Enquanto se desloca, aniquila o que cruzar o seu caminho, inclusive espécies marinhas como as estrelas-do-mar e ouriços que não conseguem escapar pela rapidez do congelamento.

Via Ubuntued Forum

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora


Deixe um comentário simpático neste artigo: