De Pedro Munhoz para Pedro Bial: “o senhor é repugnante!”


Pedro Bial de biquiniCARTA PARA O PEDRO BIAL

Do blog BananaPost (publicado em 09/02/2011)

Por Pedro Munhoz *

Sr. Pedro Bial,

Imagino que minhas palavras jamais chegarão ao seu conhecimento. Mas pouco importa.

Escrevo por indignação e não por reconhecimento. Escrevo por ter minha humanidade subestimada pela mediocridade, pela falta total de valores e princípios. Escrevo por entender o quanto sua presença na tela da TV é irrelevante e inoportuna.

O senhor não imagina ou não faz ideia do quanto ridícula é sua figura tentando convencer a audiência da importância que o BBB representa para a vida de todos nós.

Na verdade é mais um formato de reality show que foi comprado e colocado goela abaixo de nosso povo. E o pior: o senhor é quem dá o último toque.

É claro que o senhor nada mais é do que um empregado da emissora, fazendo o que lhe é mandado. Mas isto não o exime, tamanho o seu requinte ante as câmeras.

O senhor é deprimente. Repugnante!

Fico pensando em seus anos gastos em escolas, universidades, para depois tornar-se um bufão.

Tem gente que o considera um poeta. E eu pergunto: Como? Quem disse? Quem se animaria a ser poeta onde não há poesia? Que poeta é este que mata a flor e nos condena à mesmice?

Creio que bufão lhe cabe melhor.

Sr. Pedro Bial, o senhor conduz um programa que em nada difere das rinhas de galos, cachorros, entre outras espalhadas pelos fundões deste país. O senhor conduz algo mais sórdido: rinha de gente!

É empobrecedor, senhor Bial, para que no final o ganhador saia com uma soma em dinheiro. E diga-se de passagem, não se compara ao montante arrecadado em patrocínios e ligações telefônicas durante três meses de duração do programa.

O senhor não contribui em nada com a sua gente. O senhor entorpece mentes e mente entorpecendo a realidade.

Por fim, gostaria ainda de dizer-lhe que acredito na mudança deste país, acredito em novos valores, acredito que o mundo possa mudar, que possamos almejar algo bem melhor que corpos sarados no horário nobre. O senhor não estará lá, com certeza.

Como o senhor gosta muito de mandar gente para o “paredão” entendo esta palavra e o ato em si como algo determinante e decisivo.

Eu gostaria de mandá-lo para o “paredão” no dia do triunfo final, no dia em que o povo ganhar as praças e as ruas, tomar os palácios e assumir as fábricas, ocupar a terra e produzir o pão.

Com certeza, Sr. Pedro Bial, o senhor fará parte da primeira leva, a que irá sumariamente para o “paredão”.

Para que assim tenhamos um mundo melhor.

Pedro Munhoz

Pedro Munhoz - cantor e compositor gaúcho* O violonista, cantor e compositor Pedro Munhoz é natural de Barra do Ribeiro, no Rio Grande do Sul. Tem pelo menos 6 CDs individuais gravados.

Com o violão, espalha seu canto por onde passa. Já atuou no Uruguai, Canadá, Cuba, França, Chile e Itália, entre outros.

Constantemente percorre o país com a mesma missão, levando a reflexão das questões humanas e sociais.

Pesquisador permanente, suas melodias e canções expressam a vivência de suas andanças.

Um trovador por excelência.

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada

Deixe um comentário simpático neste artigo: