Cuidado! Levar trabalho extra para casa é uma bananosa

Banana enorme

RARIDADE CONSERVADA PARA A POSTERIDADE

Do blog BananaPost (em 30/09/2010)

O funcionário de uma agência funerária trabalha à noite, na preparação dos corpos antes de serem despachados para o sepultamento ou cremação no dia seguinte.

Examina um último defunto, identificado como José Chagas, quando toma um baita susto ao descobrir que o dito cujo tem um membro descomunal, o maior que ele viu na vida.

— “Desculpe, Sr. Chagas – pensa o funcionário, ainda estupefato –, mas não posso mandá-lo para o crematório com essa coisa gigantesca. Seria um desperdício, essa raridade tem que ser conservada para a posteridade!”

Com um bisturi, remove o bananão do morto e vai para casa com o enorme embrulho. A primeira pessoa a quem ele apresenta a monstruosidade é sua mulher.

— Tenho algo inacreditável pra te mostrar, querida. Você não vai acreditar!

Então, abre o pacotão bem devagarinho para criar um clima de expectativa e… ao ver o conteúdo, a sua mulher grita, estarrecida:

— Oh, meu Deus!!! O Chagas morreu!?!

Moral da História:

JAMAIS LEVE TRABALHO PARA CASA!

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada

Deixe um comentário interessante neste artigo: