Criado disco de cristal que pode durar mais que a raça humana

IGUALZINHO À HISTÓRIA DO SUPER-HOMEM

Cristais do Super-Homem

Com toda a propriedade eles ganharam o nome de Superman Crystal pois suportam altas temperaturas e podem durar mais de um milhão de anos.

Não se trata de ficção científica, mas de discos de vidro nanoestruturado com capacidade para armazenar até 360 terabytes de dados. Cada TB equivale a 1024 gigabytes.

Para se ter uma ideia do que isto significa, a mídia óptica atual alcança o máximo de 128 gigas para discos multi-camada de Blu-Ray “BDXL”.

A inovação surgiu em pesquisas da Universidade de Southampton, na Inglaterra, em colaboração com a Universidade de Eindhoven, na Holanda.

Estes discos foram associados ao Super-Homem porque usam cristais de vidro e, tal como com o Homem de Aço e as memórias do seu pai Jor-El, também podem durar até um milhão de anos com o seu conteúdo intacto.

O novo material poderá ser usado pelas empresas e museus para guardarem os seus arquivos, explica o Prof. Jingyu Zhang, chefe da equipe, citado pelo DailyTech.

Os discos usam um laser femtosecond que cria armazenamento 5D, que escreve os dados com algumas variáveis como as três dimensões, o tamanho dos cristais e a orientação.

Até agora, os pesquisadores só conseguiram gravar um arquivo com 300 KB num disco destes, usando três camadas dos cristais à nanoescala.

Isto, por enquanto. Na medida em que a tecnologia for dominada, passaremos a ter o primeiro suporte de dados que, provavelmente, vai durar mais do que a própria raça humana.

Com InforSalvador

Deixe um comentário simpático neste artigo: