Correios entram na guerra para conter espionagem de Obama

ARMA: SERVIÇO DE EMAIL CRIPTOGRAFADO

Correios contra espionagem

A solução do Brasil contra a espionagem realizada pelos EUA pode vir dos Correios. O órgão deverá ser o responsável por criar um sistema de email gratuito e seguro para a troca de mensagens e outras informações por cidadãos brasileiros.

A EBCT já está trabalhando para lançar um serviço de correspondência eletrônica com criptografia avançada. A remuneração da empresa será feita por meio da venda de anúncios na página, assim como trabalham os sistemas Gmail e Hotmail.

A ideia surgiu durante o desenvolvimento de um projeto para serviços de certificação digital para empresas e pessoas físicas, que aumentam a segurança da troca de conteúdos pela internet.

O novo sistema tinha começado a ganhar corpo antes das denúncias de invasão das mensagens de brasileiros — e até de Dilma Rousseff — pelas agências de espionagem do governo norte-americano.

A ordem dada por nossa presidenta pode embaçar o “olho gordo” e dar uma brochada no ímpeto dos gringos, cujos objetivos são muito mais ambiciosos, agressivos e enxeridos do que sugerem as primeiras revelações do ex-agente secreto Edward Snowden.

Estados Unidos espionam Brasil

OS EUA não só meteram o dedo e a lupa em meio mundo como tinham acesso a códigos de criptografia que lhes permitiam ler, classificar e indexar emails, redes, contas bancárias, em escala global.

A gravidade desse fato reside no extraordinário poder de chantagem e pressão que ele confere aos norte-americanos em sua relação com outros países, além do perigo que isso representa ao cidadão comum, que fica à mercê do humor de milhares de aspones do serviço secreto do império.

Esse poder lhes ajuda, naturalmente, a fazer a guerra que desejarem. Se alguém ou alguma instituição se insurgir contra o seu domínio, o serviço secreto logo encontrará algum segredinho sujo escondido num email antigo e o fará mudar de ideia…

Os EUA são um Estado cada vez mais intrusivo na vida de qualquer um. Um Estado que não ajuda os pobres, nem nos próprios EUA e nem em lugar nenhum do mundo.

Mas pode ler seus emails para depois lançar um míssil de vinte milhões de dólares sobre qualquer barracão de zinco. Seja onde for, inclusive aqui, se não agirmos rápido e com decisão.

* WTF = What The Fuck? (Que Merda é Essa?)

Deixe um comentário simpático neste artigo: