Concorrência anuncia que fez letreiro criado e fabricado por nós

TOTAL FALTA DE RECURSOS E DE IMAGINAÇÃO

Fábrica de letreiros tridimensionais

Tem hora que só rindo mesmo. Por falta de recursos ou de imaginação, duas empresas concorrentes anunciaram como sendo de sua autoria um produto criado, desenvolvido e produzido por nós.

Para promover seus letreiros em 3D, usaram uma imagem do Paulo desenhando um molde sobre componentes de um painel oval. E o pior: conseguiram errar até quanto ao método de fabricação.

Letreiros de MDF e metal

A Ômega Sign Digital, de Realengo, no Rio, utiliza uma foto com caracteres e pedaços empilhados de MDF como se fossem letras em relevo cortadas a “lazer” (a grafia correta é “corte a laser”, com S).

Já a firma paulista Unitec – Ind. e Com. de Laminados Lisos e Corrugados Ltda, de Itanhaém, usa a mesma imagem para apregoar o serviço supostamente executado por uma fresadora CNC Router.

Projeto de letreiro em MDF

As empresas foram imprecisas em todos os aspectos: o equipamento mais sofisticado usado neste trabalho foi uma serra tico-tico elétrica, já que o restante da modelagem foi feita à mão livre.

E neste meio dos letreiros tridimensionais todos conhecem em detalhes o processo de fabricação do painel para a Cachaça Araci. Daí que, apesar de engraçada, pegou mal a apropriação da ideia.

Letreiro da Cachaça Araci

Clique nas imagens para ampliar e nos links sublinhados do texto para ver e saber mais.

Deixe um comentário simpático neste artigo: