Como saber se somos uma pessoa feliz e bem-sucedida na vida?

O SENTIMENTO DE REALIZAÇÃO E FELICIDADE

Sentimento de sucesso e realização pessoal

Às vezes parece que atraímos todas as desgraças de uma vez: problemas nas relações familiares, complicações repentinas de saúde, falta de dinheiro e demissão inesperada do emprego favorito.

Nessas horas bate o desalento, ficamos achando que a sorte nos abandonou e que a vida entrou numa infindável zona negra. Afinal, do que se trata, de azar? Nada disso, muito pelo contrário!

E por vezes cada um de nós atravessa maus momentos. Apesar de tudo, esse é um fenômeno normal e até útil. Problemas variados permitem olhar a vida de um ângulo completamente diferente.

Com frequência, vivemos de forma automática e não valorizamos o que temos. Quando subjugados por uma montanha de problemas, não devemos descartá-los e fugir, mas parar e olhar em redor.

A psicóloga russa Irina Lukianova ensina como podemos perceber se somos uma pessoa feliz e bem-sucedida na vida, mesmo que não pareça. E ela apresenta cinco competências bastante úteis:

Sentimento de realização pessoal

SENTIMENTO DE AUTOESTIMA

A primeira coisa que distingue uma pessoa verdadeiramente feliz e bem-sucedida é o sentimento de autoestima.

Não interessa sua renda ou a classe social a que pertence, seu aspecto e sua idade, o principal é que você não permitirá que ninguém o trate de uma maneira rude e com desprezo.

Recorde que ninguém tem o direito de ser grosseiro consigo e de rebaixá-lo, mesmo que esse “alguém” seja o seu chefe de quem por vezes depende sua carreira e bem-estar material.

É preciso saber, de uma forma correta, mas firme, colocar a pessoa no seu devido lugar.

Sentimento de auto-estima

AMOR-PRÓPRIO SAUDÁVEL

Isso pode parecer egoísta e narcisista, mas um amor-próprio saudável é o fundamento dos fundamentos de qualquer pessoa feliz e a garantia mais importante do sucesso.

Ela deve gostar de si própria o suficiente para dizer “não” a tudo o que não a faz feliz, não favorece para alcançar um objetivo, mas ao contrário contribui para afundá-la.

As pessoas bem-sucedidas apenas seguem o apelo de seu coração e intuição, pois no fundo esses dois componentes quase nunca deixam alguém em má situação.

Se sente que alguém ou algo o quebra e destrói seu mundo interior, o mais correto será se liberar desse fator de perturbação ou, pelo menos, reduzir ao mínimo o contato desagradável com ele.

Tente se dedicar à sua ocupação favorita para se sentir feliz.

Sentimento de realização pessoal

ENFRENTAR FRACASSOS COM ÂNIMO LEVE

Pessoas bem-sucedidas compreendem que as falhas e os fracassos fazem parte integrante do crescimento pessoal. São poucos os que conseguem ter sempre 100% de sucesso.

Como a vida é composta de vitórias e derrotas, encare seus fracassos como degraus para a obtenção de algo melhor porque. Na realidade, nem chega a existir um conceito de “fracasso”.

Você deve aprender a aceitar esses momentos como parte de uma viagem admirável cujo nome é a sua própria vida.

Realização pessoal

SUCESSO É EMPATIA

Uma das características fundamentais de uma pessoa de sucesso é a empatia, quando você ajuda de coração aberto os que necessitam de sua ajuda.

Você se alegra com o sucesso dos outros como se fosse seu sucesso. Também sente a desgraça alheia como se fosse sua.

Quanto mais energia positiva transmite aos outros e se alegra com suas vitórias, maiores serão suas chances de se tornar vencedor em sua própria causa.

Sentimentos de realização pessoal

ACEITAR O INEVITÁVEL

As pessoas bem-sucedidas sabem que na vida existem muitas coisas que não podem mudar. Tudo o que uma pessoa pode fazer numa situação sem saída é rever sua atitude perante ela.

Se você souber aceitar o inevitável, só por isso você já merecerá um respeito genuíno. Mas é preciso compreender que existem muitas coisas que nós podemos mudar.

De todas as formas, o principal é não ficar bloqueado nos fracassos e tudo irá se resolver. São precisamente as atitudes positivas perante as situações que distinguem as pessoas de sucesso.

Com Aliona Rakitina

Deixe um comentário simpático neste artigo: