CityCar: mini-carro dobrável no trânsito nas grandes cidades

UMA SOLUÇÃO GENIAL

Do blog HotGaragem

Não é um engavetamento, mas lembra o encaixe dos carrinhos de supermercados para racionalizar o uso do espaço. Essa é daquelas combinações mágicas da inteligência com a preocupação com o planeta — e, mais especificamente, com as cidades. É um carro genial — e deveria ser estudado pelos candidatos a prefeito. Aí está o problema. Enfim…

O micro-carro foi desenvolvido por engenheiros do MIT (Massachusetts Institute of Technology) para ajudar a melhorar o trânsito e combater a poluição. O veículo começa a ser testado no próximo ano em Bilbao, na Espanha. Além de pequeno, o veículo se encolhe na hora de estacionar. Cabem pelo menos 3 carrinhos na vaga de um automóvel grande.

Mini-carro dobrável

Também não é um carro para ser vendido, mas compartilhado. Um sistema de comunicação vai informar às pessoas onde está o veículo mais próximo e, assim, ele pode ser acessado.

Essa é mais uma das soluções para ajudar a combater a epidemia do transporte individual –uma praga nas nossas cidades. Resta saber quantos prefeitos vão ter a visão de estadista (e coragem) para enfrentar os carros, enfrentando a classe média.

Saiba mais aqui e aqui.

CityCar - carro dobrável

Via

2 comentários em “CityCar: mini-carro dobrável no trânsito nas grandes cidades

  • 14 de agosto de 2013 em 10:19
    Permalink

    Eu tenho uma duvida, no caso da segunda imagem, se o segundo, terceiro ou quarto carro quiser sair, com ele vai fazer, já que tem carro na frente e atraz? Ele não vai poder se esticar (abrir) e pelo que ví ele não anda de lado para poder sair lateralmente. Desculpem se minha pergunta é besta mas é uma divida que me ocorreu. obrigado.

    Resposta
    • 14 de agosto de 2013 em 13:27
      Permalink

      Hehehe… boa, JMC. Naturalmente, este recurso de compactação extrema é para ser usado em estacionamentos ou edifícios-garagem com manobristas (ou valets) por períodos de longa duração. Em paradas rápidas, não haveria necessidade de recorrer ao ensanduichamento. ;)

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: