Charge engraçada sobre o quadro O Grito, de Edvard Munch

O Grito - humor do Nani

O DESESPERO ABSOLUTO

Do blog BananaPost

As definições do chargista Nani dão de mil a zero nas explicações oficiais do pintor Edvard Munch para seu quadro O Grito, que foi recentemente vendido em leilão no Sotheby’s, em Nova York, pela mixaria de 120 milhões de dólares americanos — ou 230 milhões de reais tupiniquins.

Escreveu o artista norueguês, em 1895, que sua criação — com todo o respeito, mais parecida com rabiscação a lápis de cera — representava “o grande grito da natureza” (original, não?), embora os psicanalistas enxerguem coisas mais sombrias por trás daquela expressão de desespero.

O Grito vale essa grana toda por ser considerada uma das imagens de maior reconhecimento instantâneo do mundo, perdendo apenas para Mona Lisa. Só que, diferentemente da Gioconda de Leonardo da Vinci, somente os iniciados nas artes associam a obra com o nome do autor.

Por esta mística, os especialistas acreditavam que o valor do quadro se situasse pouco acima dos 80 milhões de dólares. Erraram feio, para sorte do proprietário, que acabou embolsando 50% a mais do que o previsto nas disputadas casas de apostas de Londres.

Mais informações no Buzz

Um comentário em “Charge engraçada sobre o quadro O Grito, de Edvard Munch

Deixe um comentário interessante neste artigo: