Cérebro do empreendedor é diferente das pessoas ‘normais’

Cabeça de empreendedor

UM JEITO DE PENSAR DIFERENTE

A Cachaça da Happy Hour

Por que tanta gente, ao invés de seguir uma tranquila carreira profissional como empregado, muitas vezes sem maiores preocupações que não sejam receber seu salário no fim do mês, se mete a correr riscos como dono do próprio nariz no complicado mundo dos negócios?

A coisa é tão séria que uma nova disciplina poderá ser adotada por todas as escolas técnicas e de nível médio do país: o empreendedorismo. Há até um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados — o PL 4182/2012 — que institui a Política Nacional de Empreendedorismo.

Agora, um estudo realizado por pesquisadores do MIT revelou que pessoas empreendedoras realmente pensam diferente das demais, sendo mais propensas a ativar os dois hemisférios do cérebro no momento em que precisam tomar alguma decisão.

Os pesquisadores observaram a atividade cerebral de 63 indivíduos, que foram divididos em dois grupos diferentes: o dos que se descreviam como empreendedores e os que acreditavam ter um perfil mais voltado para a administração e a gerência.

O experimento foi realizado enquanto os dois times participavam de um jogo no qual precisavam tomar decisões relacionadas com tirar proveito de uma situação conhecida ou tentar explorar algo novo.

Os resultados apontaram que, apesar dos “empreendedores” nem sempre se mostrarem dispostos a experimentar uma nova situação, quando eles decidiam fazê-lo, os dois hemisférios do lobo frontal se tornavam ativos. Por outro lado, o cérebro dos “gerentes” demonstrou uma atividade predominante no hemisfério esquerdo.

O lado direito do cérebro está associado à criatividade e à emoção, enquanto o esquerdo normalmente está associado ao pensamento lógico e bem estruturado.

Conforme explicaram os pesquisadores, uma tomada de decisão eficiente não envolve necessariamente a análise lógica ou criativa de uma determinada questão, mas sim saber como e quando intercalar as duas formas de pensar.

Com TecMundo

Deixe um comentário simpático neste artigo: