Central anti-boatos vai “detonar” as calúnias contra Dilma

Marcelo Branco - Central Anti-Boatos Dilma

Marcelo Branco é o nome da fera que chega para morder. Ele será o responsável pela central anti-boatos que vai detonar as correntes de e-mails com calúnias, ofensas e mentiras contra Dilma Roussef na internet, com a ajuda dos internautas e blogueiros progressistas.

Marcelo foi coordenador do projeto Software Livre Brasil, através do qual coordenou o Fórum Internacional de Software Livre. Também foi diretor do Campus Party Brasil por três anos. Deixou estas duas funções para se dedicar à coordenação de campanha de Dilma nas redes sociais durante as eleições presidenciais deste ano.

Entre os motivos para justificar a perda de votos de Dilma no primeiro turno, aponta-se uma mensagem com uma falsa declaração da candidata em Minas Gerais, de que “nem Cristo” tiraria dela a vitória no primeiro turno. Outras correntes atacavam supostas convicções da presidenciável sobre o aborto. Num nível abaixo da cintura, os e-mails traziam relatos inverídicos sobre a sua vida íntima.

Em entrevista ao Jornal do Brasil, obviamente Marcelo não adianta muitos detalhes por enquanto, propondo apenas: “A estratégia é reforçar e estruturar a central anti-boatos, para mobilizar uma reação mais rápida“.

2 comentários em “Central anti-boatos vai “detonar” as calúnias contra Dilma

  • 11 de outubro de 2010 em 13:26
    Permalink

    Recebi email com ataque a Lulinha (filho do Lula). Para quem envio de forma que seja respondido?

    Resposta: Caro Washington, a sua dúvida é muito pertinente e vai ajudar a um montão de gente que enfrenta o mesmo problema.
    É bem simples:
    1. Selecione a mensagem que está dentro do seu programa de correio;
    2. Vá na barra do menu, em ‘Arquivos’ > ‘Salvar como…’ e escolha um local onde salvar a mensagem. Eu prefiro a ‘Área de Trabalho’ (ou ‘Desktop‘) para não esquecer;
    3. Esse procedimento irá salvar um arquivo com o nome da mensagem em questão com uma extensão ‘.eml‘ (abreviatura de e-mail). Ficaria assim, por exemplo, ‘mensagem.eml‘;
    4. Depois disso entre no site http://acao.dilma13.com.br/page/s/em-nome-da-verdade, preencha o formulário, clique no botão ‘Escolher’ (ou `Browse`), localize a mensagem que você salvou na sua ‘Área de Trabalho’, dê um clique sobre ela e depois no botão ‘Abrir’;
    5. Feito isso, confira se está tudo certinho e clique no botão vermelho ‘ENVIAR FORMULÁRIO’. Assim, você enviará o arquivo inteiro, do jeito que você recebeu, para o site da Dilma;
    6. Espere a página recarregar. Isso indica que o arquivo já foi “despachado”;
    7. Pronto! Você acabou de dizer “Não à baixaria” e dar um basta à grosseria.

    Resposta
  • 11 de outubro de 2010 em 05:36
    Permalink

    Amei o texto. Obrigado por reproduzir. É essencial para todos temos em mente o que está acontecendo para que fiquemos alertas para o dia-a-dia da informação ou des(informação)
    Já postei na minha página de Facebook.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: