Café é antioxidante, melhora atividade física e previne doenças

TESTES DO INCOR MOSTRAM: CAFÉ FAZ BEM

Ilusão de ótica

Pessoas que bebem café com regularidade têm mais atividade antioxidante no organismo e melhor desempenho em exercícios físicos. Além disso, o consumo do produto ajuda a prevenir doenças.

Estas são as conclusões de um estudo feito por pesquisadores da Unidade de Pesquisa Café e Coração, do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP).

Nos testes de esteira, consumidores de café tiveram melhor performance atlética e maior tempo de exercício. O resultado foi verificado também em pacientes coronariopatas, que não apresentaram nenhum evento cardíaco adverso, como angina ou arritmias.

A pesquisa analisou 150 consumidores de café nos últimos cinco anos e continua a ser desenvolvida em outras frentes. Foi avaliado o consumo tanto por pessoas saudáveis como em portadoras de doenças cardíacas.

O QUE ROLOU

Os voluntários passaram três semanas diminuindo o consumo de café ou de outras bebidas com cafeína, até ficarem uma semana sem tomar nada. Nesse momento foram realizados vários exames, como monitoramento da pressão arterial, eletrocardiogramas durante 24 horas e finalização com testes na esteira.

Depois disso, os voluntários receberam uma cafeteira, filtros e foram orientados sobre como fazer o café que beberiam durante quatro semanas – 450 mililitros por dia, cerca de sete xícaras e meia. O tipo de café a ser tomado, com uma torra mais clara ou mais escura, era sorteado.

O tipo de café era alternado a cada quatro semanas do teste e a cada mês todos os exames eram repetidos para comparar o que aconteceu com relação às torras que todos tomaram. Foi então observado que não houve nenhum impacto com relação à arritmia, na variação dos exames de sangue.

O MITO DA CAFEÍNA

A pesquisa foi feita devido à controvérsia que existe sobre o café fazer bem ou mal e sobre a cafeína ser uma vilã da saúde, apesar de o café não ser só cafeína e sim ser composto por mais de 400 substâncias diferentes.

Vários estudos recentes no mundo mostram que o café não tem impacto em doentes cardiovasculares. Outras pesquisas mostram que o café está dentro da qualificação dos antioxidantes, prevenindo doenças ou reduzindo seus efeitos.

Segundo os médicos, não há problemas em se tomar de três a quatro xícaras de café ao longo do dia, embora não seja recomendável beber o líquido em excesso de uma vez, só devido à cafeína.

É que, ao beber tudo numa golada, o indivíduo ingerirá muita cafeína de uma vez só e isso é maléfico, mas o café como o brasileiro está acostumado não faz mal nenhum.

Novos testes também serão feitos com café do tipo expresso e com café descafeinado.

Deixe um comentário interessante neste artigo: