Café ajuda a reduzir à metade reincidência de câncer de mama

AÇÃO DA CAFEÍNA COMBINADA COM DROGA

Café combate câncer de mama

Entre as novas e surpreendentes propriedades da cafeína já era conhecida a sua ação benéfica sobre o sistema neurológico, que diminui o risco de se desenvolver demência na terceira idade, ao inibir a incidência do Alzheimer e até do mal de Parkinson.

Agora, cientistas da Universidade de Lund, na Suécia, descobriram que o consumo de café aliado ao medicamento Nolvadex pode ajudar a reduzir o risco de reincidência do câncer de mama, uma vez que a cafeína reforça o efeito da medicação.

Durante cinco anos, os pesquisadores acompanharam mais de 600 pacientes com câncer nos seios, das quais cerca de 300 utilizavam o Nolvadex, um remédio muito utilizado na prevenção deste tipo de tumores.

As pacientes tratadas com a droga associada ao consumo de duas ou mais chícaras de café por dia, registraram uma taxa de reincidência da doença 50% mais baixa do que as mulheres que bebiam uma chícara ou menos de café.

Embora ainda não haja uma explicação definitiva para o processo de interação entre o tratamento e a infusão, uma das teorias possíveis é a de que a cafeína ativa o Nolvadex tornando-o mais eficiente.

Os investigadores da própria Universidade sueca já haviam realizado estudos anteriores que relacionam o consumo de café com a redução do risco de desenvolvimento de determinados tipos de câncer de mama.

Esta não é, contudo, a primeira vez que a cafeína é apontada como benéfica para o tratamento e prevenção de certos tipos de ocorrências cancerígenas.

Cientistas da Escola de Medicina de Harvard descobriram que as mulheres que bebem três ou mais chícaras de café por dia têm menos 20% de risco de desenvolver câncer de pele, comparadas com as que bebem menos café.

Com Boas Notícias

Um comentário em “Café ajuda a reduzir à metade reincidência de câncer de mama

Deixe um comentário simpático neste artigo: