Cachorro sai correndo antes que terremoto balance o prédio

PERNAS, PRA QUE TE QUERO?

Do blog BananaPost

O animal se encontra sossegadinho no escritório — o que estaria fazendo ali? — quando alguns segundos antes de tudo começar a chacoalhar pressente o perigo e, de repente, sai em desabalada carreira. Somente um tempinho depois é que as pessoas reagem e evacuam o prédio, quando o tremor está consumado.

A cena não aconteceu agora no Japão — foi durante um sismo na cidade de Eureka, no norte da Califórnia, em 9 de janeiro de 2010, uma semana anterior ao terremoto que devastou o Haiti. Mas fica o registro dessa aguçada capacidade dos bichos para captar as emanações telúricas com mais eficiência que os humanos.

Cão foge na hora do terremoto

Na verdade, não há nenhum mistério esotérico nisso. O veterinário João Telhado Pereira, especialista em comportamento animal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) explica:

“Nós temos vários exemplos, não só de cães, mas de outros animais, como pássaros. Não só em tremores de terra, mas em outras catástrofes naturais, em que os animais dão o sinal muito antes e que a maioria das pessoas, muitas vezes, ignora, e não sabe o que é que está acontecendo”.

Mas como o cachorro sentiu isso? Pereira sugere três sentidos: “O tato é um dos sentidos mais difíceis de estudar em cães e gatos, mas eles podem talvez pressentir o tremor antes. A audição dos animais, já que os tremores de terra emitem frequências de som. E nós não podemos descartar a possibilidade de cheiro, já que um tremor de terra pode causar alterações na atmosfera. Agora, o mais provável é o tato”, ressalta o veterinário.

Com ajuda do Mundo Curioso

* * *

Blog BananaPost - o porta-voz da macacada

Deixe um comentário simpático neste artigo: