Burrice sobre o roubo de ovos de tartarugas no Solimões

Margem esquerda do Rio Solimões, na Amazônia

Do blog A Cachaça da Happy Hour (publicado em 03/05/2010)

Esta é uma típica cena da bucólica margem esquerda do Rio Solimões, que irá compor o majestoso Amazonas depois de se juntar ao Rio Negro, na altura de Manaus.

Não há como confundir o sossego e mansidão dessas águas barrentas com a violência das ondas de mar aberto que arrebentam na praia de Ostional, na Costa Rica.

Entretanto, milhares de pessoas insistem em repassar e-mails com imagens do falso roubo de ovos de tartarugas. Que intenção oculta existe por trás das mensagens?

Ora, se é assim, parece claro que alguns fazem isso por esperteza; já a maioria, infelizmente, é por burrice mesmo.

Roubo ovos tartatuga falsa margem Rio Solimões

Caso típico de oportunismo é o do deputado federal atucanado Raul Jungmann (PPS-PE) que ao ajudar a espalhar boatos na rede acabou por virar, merecidamente, motivo de piadas.

Mas o pior fica por conta dos inocentes e irresponsáveis que repassam a bobagem sem se darem conta das consequências que esta atitude poderá ter em suas vidas. Não à toa e em casos como esse, Renato Russo costumava lembrar que “a ignorância é prima da maldade”.

Muitos esquecem-se que a maioria dos registros de mensagens eletrônicas ou comentários em blogs e redes sociais tornam-se permanentes nos motores de buscas. Até que ponto algum candidato a emprego, por exemplo, poderá ter a sua credibilidade destruída por participar dessa corrente?

Na sinceridade, esse pessoal seria digno de confiança? Hummm, acho que não.

Portanto, rapaziada, cuidado para não pagar mico nem queimar o filme com a mensagem fajuta que anda rolando na rede sobre as tartarugas marinhas. Seja mais criterioso e não entre numa de espalhar esse hoax. Na dúvida, pergunte sempre ao grande oráculo

* * *

Blog da Nívia de Oliveira Castro

9 comentários em “Burrice sobre o roubo de ovos de tartarugas no Solimões

  • 27 de setembro de 2010 em 17:10
    Permalink

    Não esqueçam, esse ano é ano de eleição, filtrem bem as informações!!!

    Resposta
  • 10 de setembro de 2010 em 19:16
    Permalink

    Nobre amigo Wendel, há algo de errado se isso for verdade sim! Vc está se esquecendo que o fazendeiro, o apicultor, etc, alimenta as vacas, galinhas (ou seja lá o q for), dá vacinas, mantém em sua propriedade… isso tudo custa dinheiro, esqueceu? Não to falando q é a coisa mais bonita do mundo criar um bicho para colher seus ovos, filhos, carne ou qqer outra coisa, mas há uma imensa diferença entre um sem noção q deixa o bichinho se virar pra conseguir sobreviver e fica só catando os ovos sem controle nenhum. Os pescadores, q vc pode pensar q fazem o mesmo, seguem regras de desova, tempo de ploriferação, etc, vc tem alguma dúvida q esse pessoal toma algum cuidado?
    Enfim, tb recebi o mesmo e-mail, dizendo q eram do MST e tal. Onde já se viu onda no rio?! esse pessoal limpo desse jeito é do MST !? onde??

    Resposta
  • 13 de agosto de 2010 em 13:03
    Permalink

    Na versão que recebi citam até que o pessoal recolhendo os ovos é de um reassentamento do MST…. que esse seria o conceito de produtividade dos sem-terra, “as tartarugas colocam os ovos e eles vendem”.

    Tirando o absurdo de relacionar o MST, fica outro: qual o problema dessa produtividade? E o leite? As vacas produzem e o fazendeiro vende. Aí não tem nada de errado né…

    Resposta
  • 6 de maio de 2010 em 18:10
    Permalink

    Diante da farsa que você mesma ajudou a desmontar, Nívea, observo que agora em sites pouco sérios começou a rolar a desculpa esfarrapada de vários comentaristas admitindo: “pode até ser na Costa Rica MAS TAMBÉÉÉÉM está acontecendo no rio Solimões”. MAS TAMBÉEÉÉM como? Baseado em que evidências? Cadê as provas? Tanto elas não existem que tiveram que criar o factóide em cima de imagens “importadas” de outro país (rsrs). Simples assim. Daí a pergunta que não quer calar é: Qual a verdadeira intenção escondida por detrás disso, como você chama a atenção? Em se tratando de Amazônia tudo é possível, dá mais é para ficar desconfiada.

    Resposta
  • 4 de maio de 2010 em 07:59
    Permalink

    Só de bater o olho não tem nada a ver rio barrento com as ondonas cheias de espuma branca do mar. Além de burro tem que ser cego. Fala sério….

    Resposta
  • 3 de maio de 2010 em 22:16
    Permalink

    tem ateh um maneh que botou as fotos no youtube com o nome dele e tudo o +
    mto 100 noçao!

    Resposta
  • 3 de maio de 2010 em 21:57
    Permalink

    Essa mentira está crescendo tanto que recebi em e-mail afirmando com a máxima certeza de que numa das fotos do suposto roubo de ovos no Solimões uma mulher estava cozinhando um omelete. E ela está sentada, futucando em alguma coisa, menos em alguma panela ou frigideira. Mas o texto garante que dali sai uma fritada de tartaruga. É mole?

    Resposta
  • 3 de maio de 2010 em 19:28
    Permalink

    KKKK…….. Eu não acredito, Nívia, que ainda tem gente tão tapada assim a ponto de nunca tê visto a margem de um rio. E que lá não tem ondas. Nem pororoca! KKKK!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta
  • 3 de maio de 2010 em 18:24
    Permalink

    Sentei de frente pro canto da sala, enfiei o cone na cabeça e fiz minha autocrítica, repetindo mil vezes: BURRO! BURROO!! BURRÔÔÔÔ!!!

    É nisso que dá repassar rapidinho os emails sem prestar atenção. EU FUI UM DELES.

    Concordo plenamente com a Sra. Profa. Não se repetirá, prometo ficar + atento. Que vergonha!

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: