Brasil tem 6 milhões de mulheres empreendedoras formais

O PERFIL DA MICROEMPRESÁRIA BRASILEIRA

Mulheres Empresárias

Entre as mulheres não existe essa história de se abalar com o propalado pibinho, que é coisa badalada pela velha mídia por interferir em grandes interesses políticos e econômicos.

Para elas a economia real vai muito bem, sim senhoras, porque encabeçam boa parte das 464 mil empresas constituídas apenas em São Paulo durante todo o decorrer de 2012.

O número representa um crescimento quase chinês de 5% em relação aos 438 mil empreendimentos criados no ano anterior.

Do total, 60% correspondem a microeempreendedores individuais (MEI), que responderam por 275 mil empreendimentos, ou 59,2% do montante.

SÓCIAS DE EMPRESAS

Segundo a junta comercial do estado, entre as principais atividades que obtiveram maior procura por novos registros, destacam-se os setores ligados ao vestuário, beleza e alimentação.

Daí que não surpreende que o Brasil tenha chegado a aproximadamente 6 milhões de mulheres sócias de empresas no país, segundo a mais recente pesquisa feita pela Serasa Experian.

Elas são na maioria microempresárias, têm de 31 a 50 anos (53,33%) e estão mais presentes nas regiões Sudeste (53,27%) e Sul (19,57%).

O estado de São Paulo é o que tem maior concentração de mulheres empreendedoras, com 30,91%, seguido de Minas Gerais, com 10,93%, e Rio de Janeiro, com 9,51%.

LEONINAS E VIRGINIANAS

Só de curiosidade, os nomes mais comuns dentre as empresárias brasileiras são Maria Aparecida e Adriana e os signos mais comuns são Leão e Virgem.

A faixa etária mais comum entre as empreendedoras brasileiras é a de 31 a 40 anos, com 27,66% do total. A segunda faixa mais expressiva é de 41 a 50 anos, com 25,67%.

O número de mulheres jovens, com idade de 18 a 20 anos com empresa ainda é pequeno e representa apenas 0,94% do total. Em último lugar, está a faixa etária de mulheres acima de 81 anos, que representam 0,85% do total.

Entre as empresas com faturamento conhecido que têm mulheres como sócias no Brasil, a maioria de 99,59% é de micro ou pequeno porte. Apenas 0,39% do total são sócias de médio porte e 0,02% de grande porte.

No total, 57,14% das sócias de empresas que faturam mais de R$ 1,5 bilhão por ano, têm entre 21 e 40 anos.

EXPERIÊNCIA PESSOAL

De acordo com a análise da Serasa Experian, a maior parte das mulheres sócias são empresárias e comerciantes que cuidam de seu próprio negócio e possuem um nível de vida de médio a modesto.

Muitas residem no próprio estabelecimento e equilibram as contas da empresa e pessoais, contando somente com os conhecimentos adquiridos em suas experiências pessoais.

Por fim, a quem interessar, podem se formalizar como microempreendedoras individuais (MEI), trabalhadoras por conta própria, com faturamento máximo de R$ 60 mil por ano.

Devem exercer alguma das 470 atividades que fazem parte do programa MEI, como vendedoras de roupas, cabeleireiras, esteticistas, manicures, costureiras, animadoras de festas, confeiteiras, artesãs etc.

No Brasil, existem atualmente 2,8 milhões de inscritos no programa. Desses, mais de 684 mil estão registrados no Estado de São Paulo, o que corresponde a 24% do total nacional.

Deixe um comentário simpático neste artigo: