Brasil é campeão mundial na geração de empregos formais

SOMOS QUEM MAIS CONTRATA NO PLANETA

Plano emprego no Brasil

Apesar de toda a torcida contra — da velha mídia e de seus papagaios e tucanos nas redes sociais — os brasileiros voltam a deixar de queixo caído o mundo atolado na crise neoliberal.

Sorry, periferia do império: o Brasil foi apontado como o maior contratador do planeta, em 2013, em pesquisa feita pela consultoria ManPower com 65 mil recrutadores de mão-de-obra de 42 países.

Nos últimos seis meses, a economia brasileira criou cerca de 1,5 milhão de novos empregos formais (com carteira assinada), dos quais 306 mil no primeiro trimestre deste ano.

Se já havíamos entrado na era do pleno emprego, agora a perspectiva dos executivos ouvidos é ainda melhor, com a de abertura de postos de trabalho 30% acima do que foi feito no ano passado.

Para efeito de comparação, entre os canadenses, por exemplo, esse índice ficou em 15%. Os EUA chegaram a apenas 14%. Há, portanto, o dobro de intenções, aqui, em relação a esses dois países ricos.

Se considerarmos a zona do euro assolada por “medidas de austeridade”, aí então é que vira uma goleada histórica.

Isto significa que a economia continua a dar sinais de vitalidade no indicador que formuladores da política econômica e trabalhadores consideram mais importante que o crescimento do PIB: o emprego.

Completo aqui

Deixe um comentário simpático neste artigo: