Bijuterias de influência africana celebram a liberdade nos EUA

Medalhão e chaveiro

DESENHOS REPRODUZEM REVESTIMENTO DE MUSEU

A liberdade é celebrada numa coleção de bijuterias de latão polido, vendidas como lembranças na butique e na loja online do Museu Nacional da História e Cultura Afro-Americanas, em Washington, DC.

Pingentes para chaveiros, cordões e brincos, além de pulseiras e braceletes, reproduzem em pequena escala os desenhos geométricos dos 3.600 painéis de alumínio que envolvem o prédio da instituição.

Revestimento geométrico de alumínio

As treliças remetem às ferragens de Nova Orleans feitas no século XIX por escravos afrodescendentes, inspiradas nas colunas iorubá de madeira talhada, como as esculpidas pelo artesão nigeriano Olowe de Ise.

Criado em 2003 como a 19ª unidade do Instituto Smithsonian, o NMAAHC é o único museu dos Estados Unidos dedicado exclusivamente à documentação da vida, arte, história e cultura afro-americanas.

Bracelete e par de brincos

Arquitetura africana

Pulseira e pingente para colar

Clique nas imagens para ampliar e nos links destacados no texto para saber mais.

Deixe um comentário simpático neste artigo: