Batidas do coração vão substituir o uso de senhas nos celulares

PULSEIRA NYMI FAZ ELETROCARDIOGRAMAS

Pulseiras Nymi farão eletrocardiograma
Uma pulseira tecnológica capaz de fazer eletrocardiogramas (ECG), cujos dados servem como base para identificação pessoal, vai substituir as tradicionais senhas utilizadas para conectar celulares.

A Nymi foi desenvolvida por uma start-up canadense e, além dos smartphones, poderá ser usada no dia-a-dia em tablets, computadores, carros e até nos terminais de pagamento e caixas eletrônicos.

Segundo os técnicos da empresa BioNym, a principal vantagem do método é que a autenticação não deixará “rastros”, como acontece com os códigos alfanuméricos e as impressões digitais.

Além disso, a frequência cardíaca do usuário não pode ser capturada à distância, ao contrário de outros modos de autenticação biométricos, como reconhecimento do rosto ou da íris. E, importante, o utilizador tem que estar vivo.

A pulseira é equipada com dois eletrodos, sendo um na parte interna e outro na externa. Quando estiver no pulso, o usuário deve colocar o dedo indicador da outra mão sobre o eletrodo externo para criar um circuito fechado e assim permitir a leitura do seu batimento cardíaco.

Pulseiras Nymi para smartphones

Então a Nymi faz a decodificação e envia os dados referentes à sua identidade por meio de Bluetooth para os dispositivos ao redor.

A autenticação é contínua, de modo que o usuário deve permanecer com a pulseira para se manter identificado junto aos demais dispositivos.

Uma vez retirado do pulso, o gadget para de enviar a identificação. Isso torna o uso mais prático, ao contrário de outros métodos de biometria em que a autenticação deve acontecer em cada uso.

A pulseira é impermeável à água e a bateria dura uma semana. A recarga é feita via USB.

O sistema vai começar desbloqueando smartphones, tablets, computadores de mesa e laptops, sendo compatível com Android, iOS, Mac OS e Windows.

A ideia é estender, depois da fase inicial, o uso do dispositivo para fabricantes de carros e até bancos.

A Nymi chegará ao mercado até o fim de 2014, mas já está em pré-venda ao preço de US$ 79. Segundo a fabricante, já foram vendidas cerca de 10 mil unidades, incluindo 100 para brasileiros.

Deixe um comentário interessante neste artigo: