Aventura submarina descobre continente perdido no Atlântico

MISTÉRIOS DO ABISMO SÃO DESVENDADOS

Continente entre Brasil e África

Foi anunciada a existência de indícios de um continente submerso em frente à costa brasileira, por técnicos do governo e da CPRM — Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais.

Os primeiros mergulhos foram realizados na região conhecida como Elevado Rio Grande, uma cordilheira submersa no sul do país, a 1 mil quilômetros da costa do Rio de Janeiro.

Resultado de uma missão em parceria com o Japão, as aventuras submarinas revelaram a existência de granito, rocha continental, onde se pensava existir apenas rochas vulcânicas.

Outras expedições já haviam encontrado anteriormente vestígios de outros minerais no fundo do oceano, como minério de ferro, manganês, cobalto e até mesmo terras raras.

A descoberta do continente perdido é a maior novidade da expedição em conjunto com o governo japonês, que lidera uma campanha no Atlântico Sul feita pelo navio Yokosuka, que hospeda o submersível Shinkai 6.500.

Sem a ajuda desses equipamentos, o país levaria anos para confirmar as suspeitas de que uma parte do continente sul-americano se desprendeu durante a separação do Brasil e da África, caindo no fundo do oceano.

A CPRM abrirá uma licitação nos próximos dois meses para que uma empresa de perfuração recolha mais amostras e confirme a existência do continente submerso, o que somente deverá ocorrer no final deste ano.

Deixe um comentário simpático neste artigo: