Ave de rapina robótica espanta pássaros de fazendas e aeroportos

DRONES DISFARÇADOS DE ÁGUIA E FALCÃO

Réplicas perfeitas de aves de rapina robóticas estão sendo criadas para espantar bandos de pássaros que infestam fazendas e aeroportos. Mas não funcionam como espantalhos fixos: elas voam de verdade!

O movimento dos drones é tão perfeito que, além de bater as asas, chegam a planar graciosamente como os autênticos predadores, enganando não apenas outros animais como os humanos desatentos.

Drones imitam águias e gaviões

Batizados de Robirds, os ciborgues voadores são desenvolvidos pela empresa holandesa Clear Flight Solutions. Operados por controle remoto, o aparelho maior imita uma águia e o menor um falcão.

A águia tem uma envergadura (distância da ponta de uma asa à outra) de 2,20 metros e uma autonomia de voo de 180 quilômetros. Já os parâmetros do falcão são todos pela metade, como na vida real.

Drones imitam águias e gaviões

As aves são impressas em 3D usando fibra de vidro e compostos de nylon, suficientemente fortes para que caiam sem quebrar. Em seguida, os detalhes são pintados da forma mais realista possível.

Por enquanto, os Robirds só conseguem voar por comandos humanos à distância. Todavia, a equipe trabalha em programas para torná-los autônomos, ou seja, que tomem decisões por conta própria.

Drones imitam águias e gaviões

Fonte

Deixe um comentário simpático neste artigo: