Autista será contratado em emprego para testar software

UM PROGRAMA DE INCLUSÃO PROFISSIONAL

Contratação de autistas

Pessoas com síndrome de autismo serão contratadas para testar softwares pela empresa de origem alemã SAP — que, em português, pode ser traduzido como Sistemas, Aplicativos e Produtos para processamento de dados.

Hoje, a SAP é a líder mundial de mercado em soluções de negócios colaborativas e multiempresas. O principal produto da companhia, que emprega mais de 55.000 pessoas, é o sistema integrado de gestão empresarial (ERP) SAP ERP.

O programa será global e começará nos Estados Unidos, no Canadá e na Alemanha ainda este ano. De acordo com a empresa, devem ser contratadas até 650 autistas nos 60 escritórios da companhia.

O anúncio segue, segundo a multinacional, um projeto-piloto feito na Índia e na Irlanda. Foram contratadas seis pessoas com autismo para testar softwares e o resultado foi o aumento da produtividade.

As próximas contratações acontecerão em parceria com a instituição Specialisterne, que ajuda pessoas com esse transtorno a encontrar trabalho.

De acordo com a entidade, “profissionais com autismo têm mais capacidade de concentração e de exercer atividades repetitivas que outros funcionários poderiam achar chatas, além de boa memória”. Por isso, podem ser indicadas para a função de testador de programas.

“Concentrando nas habilidades diferentes, nós podemos redefinir um caminho de lidar com diversos talentos”, disse, em nota, Luisa Delgado, uma das executivas de recursos humanos da SAP.

A unidade da SAP no Brasil não informou se o programa também será implantado no país.

Deixe um comentário simpático neste artigo: