Asteroide com dois anéis é descoberto por astrônomo brasileiro

CORPO ESTRANHO HABITA O SISTEMA SOLAR

Do ponto de vista astronômico, a característica do asteroide Chariklo é espetacular. É o primeiro caso confirmado de um corpo celeste menor, e não um planeta gigante – como Saturno – a possuir aneis.

Um deles foi batizado de Oiapoque e o outro de Chuí – nomes correspondentes a dois rios nos limites Norte e Sul do Brasil. O cientista brasileiro Felipe Braga Ribas trabalha no Observatório Nacional do Rio.

Asteroide com dois anéis

O corpo celeste já era conhecido dos astrônomos. Chariklo tem 250 km de diâmetro e é o maior objeto de uma classe de corpos celestes chamados de Centauros, na região entre Saturno e Urano.

Segundo Braga Ribas, a descoberta foi “uma surpresa” para os observadores envolvidos na pesquisa. “Não estávamos à procura de anéis”, afirma. “Mas o valor científico deste achado é enorme”.

Chariklo é o primeiro corpo celeste de menor porte a apresentar anéis no entorno. A origem deles permanece desconhecida, mas a versão mais provável é que seriam consequência de uma colisão.

A equipe científica, chefiada pelo astrônomo brasileiro, não descarta a hipótese de que o asteroide também possua um pequeno satélite girando em sua órbita.

Com Voz da Rússia

Deixe um comentário simpático neste artigo: