Assistir ao Big Brother é ‘passar recibo’ contra si mesmo

Cartum BBB - Big Brother Brasil

FÁCIL DE ENTENDER…

Do blog BananaPost

Pesquisa recente divulgada em jornais denuncia que apenas 1 em cada 4 pessoas, aqui no Brasil, é capaz de ler um texto simples, facinho, e interpretá-lo minimamente. Com mais precisão: de cada 100 brasileiros, 74 não conseguem compreender a sua própria língua de forma escrita.

É a tragédia do analfabetismo funcional, do sujeito que lê a sopa de letrinhas, mas o software mental não processa pø®®a nenhuma do que está escrito. Acontece, até, entre quem se gaba de ter o canudo.

E o mesmo, em relação a outras formas de linguagem, como os filmes e a música, não fogem muito a esses números.

Levando isso em conta surge o pressuposto de que não gostamos daquilo que não entendemos — por exemplo, a rejeição à matemática é proveniente do não entendimento dessa disciplina.

Daí vem a sugestão de que a maioria da população não assiste a programas de qualidade na TV porque não consegue entendê-los e, conseqüentemente, acaba não gostando.

Big Brother, Casa dos Artistas e os programas de auditório não exigem necessidade de esforço mental para se entender. São de assimilação imediata, instantânea, devidamente pasteurizada.

Capice, ou ainda tem que rabiscar um infográfico?

Enfim, conheça essa história instigante dando uma espiadinha aqui.

Deixe um comentário simpático neste artigo: