As incríveis impurezas que valorizam um diamante lapidado

INCLUSÃO COM A FORMA DE UM UNICÓRNIO

Brilhante cabeça de cavalo

Da mesma forma que chamam de semipreciosas as pedras de cor usadas nas joias, desvalorizando as gemas, os leigos acham que todas as inclusões prejudicam a qualidade dos diamantes.

Ledo engano. Nem só a pureza, o tom da coloração ou o alto acabamento da lapidação são suficientes para determinar o valor de um brilhante. Há outros fatores que podem influenciar a avaliação.

Certos defeitos, quando observáveis por meio de lentes em ampliações de 10 vezes, conferem ao diamante o diferencial que especialistas e admiradores chamam de caráter ou personalidade únicos.

São casos como estes: jaças ou rachaduras com a forma de um unicórnio e de uma bailarina, assim como nuvens cristalizadas dando a sensação de máscaras venezianas e estrelas tridimensionais.

Pureza dos brilhantes

Inclusão em brilhante

Inclusão rara em brilhante

Inclusão com a forma de estrela

Clique nas imagens para ampliar e nos links sublinhados para ver e saber mais.

Um comentário em “As incríveis impurezas que valorizam um diamante lapidado

Deixe um comentário interessante neste artigo: