Um comentário em “Arruda/DEM: vítimas da própria índole, essa traidora

  • 12 de fevereiro de 2010 em 14:52
    Permalink

    E ele o que seria?
    Qual nome damos a ele?
    E o que temos a falar?
    Quem tem que falar, explicar e se redimir perante o Brasil, é o dito cujo. A nós mais uma vez cabe assistir a falta de brio, o descalábrio desse cidadão, que sequer assume com a cara lavada o que fez.

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: