Apple quer revolução tecnológica na educação com novo projeto

Apple big convite

MISTÉRIO E BADALAÇÃO NA ‘BIG APPLE’

A Cachaça da Happy Hour

Por enquanto, nenhum executivo ou gerente de projetos da Apple “esqueceu” em algum bar badalado de Nova York nenhuma pasta secreta contendo o último produto da empresa. Aí, também, já era dar muito na pinta — clichê demais.

Desta vez a gigante tecnológica apelou para outro expediente, a fim de aguçar a curiosidade planetária: anunciou, sem explicar direito do que se trata, um evento para o dia 19 de janeiro, sendo totalmente direcionado para o lançamento de um novo projeto educacional.

Segundo a empresa, o que está para ser anunciado vai ser mesmo “revolucionário” para estudantes dos mais diversos níveis de instrução. Apesar de alguns rumores (fala-se, inclusive, em cadernos digitais e nova loja de livros) sobre o que está para ser mostrado, não há certezas.

O anúncio da Apple atingiu o objetivo programado, gerando uma série de comentários e até piadas pela internet. Humor, nestes casos, é uma baita arma de propapagação em massa.

Vários sites estão dizendo que, no dia 19, Tim Cook (atual CEO da empresa) vai subir ao palco do museu Solomon Guggenheim para anunciar um kit de giz de cera por 29 dólares ou um quadro-negro por 59 dólares.

Em apostas mais utópicas, poderíamos estar perto de uma Universidade Apple?

Há também quem espera por uma antecipação no lançamento do novo iPad, que pode surgir com uma versão menor – que seria mais barata e, portanto, de acesso facilitado para estudantes.

Mas como o evento não vai ser realizado em Cupertino (e sim em Nova York, a big apple), é difícil que algum produto desse porte seja anunciado. Mas vai que, agora sem Steve Jobs na cola, na próxima quinta-feira eles façam mesmo uma grande surpresa.

Com TecMundo

Deixe um comentário simpático neste artigo: