Anonymous golpeia copyright com Operação Março Negro

Anonymous - Black March Marzo Negro

DOENDO NO BOLSO

Do blog ECOnsciência

O mês de março promete ser de muita luta na internet. O Anonymous está convocando os simpatizantes a participar de uma série de protestos contínuos, tanto no mundo virtual quanto no mundo real.

A ideia é que durante 31 dias as pessoas não comprem jornais e revistas, não baixem músicas, legal ou ilegalmente, não adquiram livros, não assistam a filmes no cinema e nem comprem jogos e DVDs.

O intuito da Operação Março Negro é causar o maior impacto possível na indústria de entretenimento em escala mundial, como forma de protesto contra as propostas do SOPA, do PIPA e do ACTA.

Um vídeo colocado no canal do Anonymous no YouTube explica que o boicote pretende retaliar os projetos de lei “antipirataria” que têm sido debatidos no Congresso do EUA.

Os ativistas da rede relacionam a escolha das datas de boicote com o fato de março ser o mês em que é realizado o “primeiro relatório econômico mundial do ano” por parte das empresas.

Com a ação, o Anonymous não só pretende elevar o tom dos protestos como ainda provocar efeitos negativos nas contas da empresas que produzem os mais variados conteúdos.

Operação Março Negro - Anonymous

Com Mais Pior de Bom e InforSalvador (clique no manifesto acima para ampliar)

Deixe um comentário interessante neste artigo: