Anne Hathaway interpretando I Dreamed a Dream em Les Misérables

QUANDO CINCO MINUTOS VALEM UM OSCAR

Interpretações como esta têm o mágico condão de fazer com que até o mais convicto dos roqueiros abra uma exceção em sua agenda para se interessar por um musical da Broadway, adaptado para o cinema.

E permitem compreender por que Anne Hathaway ganhou o Oscar 2013, de Melhor Atriz Coadjuvante, por seu papel da trágica personagem Fantine, em Les Misérables, baseado em romance de Victor Hugo.

I Dreamed a Dream - Anne Hathaway

I DREAMED A DREAM – EU TIVE UM SONHO

(Composição do tunisiano Alain Boublil)

Houve um tempo em que os homens eram gentis
Quando suas vozes eram suaves
E suas palavras convidativas

Houve um tempo em que o amor era cego
E o mundo era uma música
E a música era excitante

Houve um tempo… e de repente tudo ficou errado

Eu tive um sonho em um tempo passado
Quando as esperanças eram grandes e a vida valia ser vivida
Eu sonhei que o amor nunca acabaria
Eu sonhei que Deus seria misericordioso.

Eu era jovem e não tinha medo
Quando os sonhos eram realizados e usados e jogados fora
Não havia resgate a ser pago
Nenhuma música sem ser cantada, nem vinho não degustado.

Mas os tigres vêm à noite,
Com suas vozes suaves como trovão,
Enquanto eles despedaçam sua esperança
Enquanto eles tornam seus sonhos em vergonha

Ele dormiu um verão ao meu lado.
Ele preencheu meus dias com maravilhas sem fim,
Ele levou minha infância em seu passo
Mas ele se foi quando o outono veio.

E ainda assim eu sonhei que ele voltaria para mim
E que viveríamos os anos juntos,
Mas existem sonhos que não podem ser sonhados
E existem tempestades que não podem passar.

Eu tive um sonho que minha vida seria
Tão diferente deste inferno que eu vivo
Tão diferente agora do que parecia ser
Agora a vida matou o sonho que eu sonhei.

Direto da página da nossa querida amiga Ana Marques no Facebook

Deixe um comentário simpático neste artigo: