Água do mar vira combustível e gasolina sai do ar que respiramos

DO JEITO QUE A COISA VAI O PRÉ-SAL JÁ ERA

Água salgada combustível

Uma notícia que causou no fim de semana diz que cientistas da Marinha dos EUA teriam criado um catalisador que converte o dióxido de carbono e o hidrogênio da água do mar em combustível líquido.

Parte da mídia norte-americana desdenhou da possibilidade, mas a equipe garante uma eficiência de 92% no processo de conversão e que o combustível criado pode ser usado nos motores já existentes.

Os trabalhos para encontrar alternativas aos combustíveis fósseis nesta área se desenvolvem há 10 anos. Um porta-aviões típico da Marinha dos EUA consome até 3.800 litros de óleo diesel por hora.

A ideia agora é construir instalações para converter grandes volumes de água salgada. Calcula-se que dentro de mais uma década o sistema entre em operação e que cada litro custe entre 1 e 1,50 dólares.

Por mais absurda que esta experiência possa parecer, há tempos houve outra tão surpreendente, ou mais: uma empresa britânica anunciou ter conseguido a síntese de gasolina com o ar que respiramos.

Air Fuel Synthesis também teria produzido o combustível após sintetizar o dióxido de carbono e o vapor de água. Agora, a empresa procura uma refinaria de escala monumental para uma parceria.

2 comentários em “Água do mar vira combustível e gasolina sai do ar que respiramos

  • 30 de maio de 2014 em 19:39
    Permalink

    Em vez de extrair o carbono do ar, seria mais produtivo extrai-lo de uma biomassa. E talvez até reagir a biomassa com ácido e separar os produtos de interesse, verificar viabilidade.

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: