Abelhas estão viciadas por pesticida derivado da nicotina?

COMO OS HUMANOS POR CIGARROS, TALVEZ…

Abelhas viciadas em pesticidas

Quase confirmado: abelhas melíferas podem ficar viciadas em pesticidas à base de neonicotinoides, da mesma forma que os seres humanos desenvolvem a dependência química pelos cigarros.

Trata-se de uma classe de agrotóxico derivado da nicotina, usado para eliminar pragas nas plantações e suspeito do sumiço das abelhas europeias através do distúrbio do colapso das colônias.

Cientistas da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, e do Trinity College, na Irlanda, descobriram que os insetos são atraídos pelo pólen das flores em lavouras pulverizadas pelo inseticida.

CENTROS DE RECOMPENSA NO CÉREBRO

Assim, ao invés de desfrutar o sabor do néctar, as abelhas reagiriam de maneira altamente prazerosa à forma como o produto químico ativa centros de recompensa em seus minúsculos cérebros.

Os pesquisadores observaram que as abelhas voltam repetidamente aos campos contaminados, de forma parecida com os fumantes, que acendem um cigarro com regularidade atrás do outro.

Os resultados preliminares da pesquisa dão munição aos conservacionistas para banir os agrotóxicos potencialmente perigosos às abelhas. E a indústria acha que é campanha de descrédito.

Clique nos links sublinhados para saber mais.

Deixe um comentário interessante neste artigo: