A vida sem céu, sem chão e sem horizontes nas megacidades

CLAUSTROFOBIA NAS CAIXAS DE CONCRETO

Vista de apartamento

Para centenas de milhões de pessoas, em todo o mundo, morar em apartamentos nos centros urbanos pode ser uma complexa e dolorosa experiência de empurrar a vida adiante, sem céu e sem chão — uma abstração sem horizonte, sem orientação e sem saída.

Há anos, Michael Wolf registra a vida caótica e tensa nas megacidades contemporâneas. O fotógrafo alemão produziu uma série chocante (e pungente) de imagens onde realça a solidão, a claustrofobia e as precárias relações afetivas nas caixas de concreto.

Selva de Pedra

Veja a impressionante galeria de imagens em IDEAFIXA

Um comentário em “A vida sem céu, sem chão e sem horizontes nas megacidades

  • 22 de dezembro de 2015 em 17:13
    Permalink

    Este Michael Wolf a retratar os prédios e depois as pessoas em grandes centro urbanos é uma aprendizagem para nós.

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: