A Lei da Compensação, pelo filósofo de botequim Tulípio

Cartum - Boteco do TulípioDireto do Boteco do Tulípio

A Cachaça da Happy Hour (em 36/11/2009)

“Tulípio é um intelectual quarentão que vive pelos botecos tomando umas e comendo outras. Observando o comportamento humano neste ambiente, destila sua filosofia e a profere para mulheres, ex-mulheres, amigos, desconhecidos, garçons, garçonetes e, muitas vezes, para ele próprio”.

A definição, explícita, é de Eduardo Rodrigues (textos) e Paulo Stocker (traços), criadores da personagem.

O Boteco do Tulípio é, sem dúvida, um dos melhores lugares da Web para se visitar na happy hour ou à noite. É igualzinho, sem tirar nem por, àquelas “coisas” que chegam aos nossos ouvidos, vindas das mesas vizinhas cheias de homens, quando frequentamos os bares da vida real.

De todas as formas, o próprio Tulípio resume bem qual é o espírito da coisa: “em botequim não importa o assunto; o importante é discordar”.

Recomendo a visita ao Boteco do Tulípio numa boa para uma bela diversão com as barbaridades do “filósofo”.

* * *

Blog da Nívia de Oliveira Castro

3 comentários em “A Lei da Compensação, pelo filósofo de botequim Tulípio

  • 27 de novembro de 2009 em 19:35
    Permalink

    Eu fui ohar o boteco do tulipio e eu gostei muito sendo que na primeira vista da impressão de que é muito machista mas deu para ver que tem profundidade verdadeira nas suas palavras muito diferente da conserva real entre homem em butiquim que é muito baixo nivel e so asnêira quase sempre. Perlo menos muitas das vezes ele so pensa ou fala para o garsom que é o mesmo que estivesse falando rpa uma porta e por isso eu gostei muito obrigado senhora.

    Resposta
  • 27 de novembro de 2009 em 12:07
    Permalink

    Esse é o GRAAANDE Tul?io !!! O cara é gênio !!! Tô dentro. Valeu pela indicação Niiva.

    Resposta
  • 26 de novembro de 2009 em 22:35
    Permalink

    Vou visitar o Tulipio.
    Nívea, poderia ser chamada de The Flash. Aparece e some numa rapidez, rsrsrsrs…vupttt!
    Bjs.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: