A campanha para usar camisinhas no Carnaval vai funcionar?

Sexo seguro com camisinhaDIRETO AO PONTO

O governo lançou nova campanha de prevenção contra a aids através do incentivo ao uso da camisinha nas relações sexuais durante o Carnaval.

Mulheres jovens são convocadas na luta por sexo seguro porque dados recentes revelam que são elas as principais vítimas das DST, hepatites e aids.

Tudo muito bem, tudo muito bom, palmas para a iniciativa. O problema, como sempre, é que escolheram umas imagens bem light com umas modelos sorridentes para figurar num cartaz sob a frase de efeito “Sem camisinha não dá”.

Vai funcionar? Hummm… tenho sérias dúvidas. Me pareceu borocoxô e previsível, tipo déjà vu demais. Resumindo, o assunto continua a ser tratado como um tabu, abordado com meias-palavras e não-me-toques. Duvido que sorrisinhos paridos da imaginação de marqueteiros de meia-tigela sejam a fórmula para ganhar esta guerra feia, porque é disto que se trata.

Não seria mais eficiente partir logo para a ignorância, indo diretamente ao ponto — e sem preliminares! –, que é o que a rapaziada hoje faz e entende? Algo no estilo destes cartazes.

Cartaz de campanha de prevenção à aids


Deixe um comentário interessante neste artigo: